Sobre nós

/Sobre nós
Sobre nós 2018-01-12T12:44:17+00:00

Apresentação

A Comissão Arco Atlântico é uma das seis Comissões geográficas da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas e a sua acção, apesar de ser específica às expectativas das suas Regiões membros, inscreve-se também num âmbito mais geral.

Regiões pioneiras que cooperam desde 1989

A Comissão Arco Atlântico nasceu em 1989 em Faro (Algarve, Portugal). Abrange cinco Estados (Irlanda, Reino Unido, França, Espanha e Portugal), cobrindo um território que vai da Andaluzia à Escócia. Com cerca de 60 milhões de habitantes, representa 12% da população europeia. Actualmente, a Comissão Arco Atlântico é presidida pela Região de Pays de la Loire (França).

Trunfos a promover e reptos a vencer em conjunto

As Regiões atlânticas partilham um litoral atractivo, garante de uma alta qualidade de vida, que oferece oportunidades a sectores de grande potencial como o transporte marítimo, as energias marinhas, a investigação e inovação marinha, ou ainda a construção naval e os desportos náuticos. Mas este trunfo constitui igualmente um repto ambiental, social e económico para estas Regiões. Da mesma maneira, se a situação periférica das Regiões atlânticas é vector de uma implantação patrimonial e identitária forte, é igualmente um problema relevante em termos de ordenamento do território e de desenvolvimento económico.

Um espaço de cooperação dinâmico

As questões de acessibilidade, de mutação climática, de energia ou de segurança marítima ultrapassam o quadro das fronteiras regionais e nacionais e justificam uma cooperação transnacional. Esta cooperação traduz-se por:

Grupos de trabalho activos em temas como os transportes, a pesca, a investigação marinha e marítima, etc.

Projectos ao serviço dos cidadãos e dos territórios: com um orçamento de 139 milhões de € no período de 2014-2020, o programa europeu Interreg VB-Espaço atlântico permite a parceiros dos 5 Estados do Arco Atlântico desenvolverem acções comuns.

Estreita colaboração com outros interlocutores atlânticos: a Comissão Arco Atlântico trabalha em estreita colaboração com as cidades, as câmaras de agricultura, as associações socioprofissionais e as universidades e afirma-se como piloto de uma acção de envergadura a favor do desenvolvimento sustentável do território atlântico.

Uma força de proposta na defesa dos interesses atlânticos:

A Comissão Arco Atlântico tem igualmente como missão promover os interesses regionais junto das instâncias comunitárias e dos Estados-Membros. Este papel de porta-voz traduz-se por:

– Produção de documentos estratégicos;

Participação activa nas consultas sobre as políticas europeias;

Troca de pontos de vista permanente com os representantes das instituições comunitárias e nacionais.

Preparar o futuro

Volvidos mais de vinte e cinco anos sobre a sua criação e num contexto europeu cada vez mais incerto, a Comissão Arco Atlântico mobiliza-se para promover uma cooperação mais ambiciosa e dotar este espaço de novos instrumentos para o futuro. Está, pois, empenhada em:

– Promover uma governança mais eficaz, graças a uma melhor coordenação e articulaçõ entre o escalão europeu, o nacional e o regional;

Passar a uma nova etapa de cooperação, fazendo do Arco Atlântico um espaço de aplicação das políticas europeias, graças nomeadamente à Estratégia Europeia para o Atlântico que a Comissão Arco Atlântico contribuiu em larga medida para promover;

– Preparar as políticas e os programas europeus futuros para dispor de instrumentos capazes de responder aos desafios que as Regiões atlânticas enfrentam.

Organização

A Mesa política

A Mesa reúne-se sempre que seja necessário por convocação do Presidente. Orienta e coordena as actividades da Comissão do Arco Atlântico. Os seus membros são eleitos por dois anos. Os coordenadores nacionais são os interlocutores técnicos privilegiados para fazer circular a informação entre o Secretariado Executivo e as regiões desse mesmo país.

Ver a lista da Mesa política

O Comité de coordenação

Os membros do Comité de coordenação são os técnicos das Regiões membros da Mesa política, os coordenadores dos grupos de trabalho e as organizações atlânticas (RTA, AC3A, CCAA, RUOA). O Comité de coordenação trabalha sobre temas gerais como a governança, os fondos, o programa de trabalho, a política de comunicação e os temas em relação com as políticas estratégicas da  UE. Também é responsável do seguimento e da evaluação das atividades dos grupos de trabalho.

Para mais informações sobre a Comissão Arco Atlântico, ver o regimento interno da Comissão Arco Atlântico

Próximos eventos

Jun 14

Assembleia-Geral 2018 da Comissão Arco Atlântico

14 Junho - 15 Junho
Comillas
Spain